28.12.12

Fim do caso envolvendo o homem que tentou invadir a casa de Taylor Swift


O advogado Sean McKinney confirmou ao E! News a notícia de que os promotores do Tennessee decidiram não apresentar acusações contra seu cliente Jacob Kulke, o homem de 24 anos, que foi preso no início deste mês depois de tentar entrar na casa da cantora Taylor Swift em Nashville, Tennessee. (Swift não estava em sua residência no momento.)
McKinney disse que falou com representantes de Swift nessa manhã (27/12) e todas acharam melhor não prosseguirem com o caso. No entanto, os promotores têm um ano para decidir se querem reabrir o caso se novas provas ou informações surgirem.
McKinney acrescentou qual foram as razões pelas quais eles retiraram as acusações. Primeiro, Swift não tinha qualquer aviso de “Entrada Proibida”. Além disso, Kulke estava sob a impressão de que ele tinha sido autorizado a ir para a propriedade, depois de supostamente ser informado pelos guardas na casa de que ele poderia ir.
O advogado de Kulke observou que a família não o vê como uma ameaça, e os promotores acharam que não valia a pena gastar dinheiro no caso.
“Ele está encantado”, McKinney disse sobre Kulke, que ele descreve como um grande fã de Swift. “Ele queria provar que não é culpado e ele está emocionado”.
Mas McKinney disse que Kulke tem uma violação de liberdade condicional, incluindo alguns roubos em seu estado natal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada Por Comentar♥
Volte Sempre

Ps: A verificação de palavras não sai, então me desculpe ♥